segunda-feira, 2 de março de 2009

Restaurando a Maternidade - Ministério Mãe!

por Magridt Gollnick  da Luz


..."até os tempos da restauração de todas as coisas, de que Deus falou por boca dos seus santos profetas desde a antiguidade." (At 3.23-24)

Faz parte do plano de Deus restaurar todas as coisas. E em Cristo podemos trazer o reino de Deus para nossas vidas e lares segundo a vontade de Deus(assim na terra, como no céu).


Deus anseia por restaurar algo especialmente relacionado a nós mulheres: a maternidade!
A palavra diz que “se alguém não tem cuidado dos seus, e principalmente dos da sua família, negou a fé e é pior do que o infiel.” 1 Tm 5.8

Maternidade aos olhos de Deus nunca foi sinônimo de fardo,  perda de tempo, anulação e gastos como se acredita hoje. Deus quer mudar a visão da maternidade, tão distorcida com o passar dos séculos.

A mulher moderna ficou distraída em tantas coisas que perdeu o foco. A sua principal função dada por Deus, além de esposa é a de gerar e criar filhos, mas a sociedade tem corrompido esta vocação feminina.  Hoje a mulher é "tudo" menos mãe, a mulher já é quase "homem", mas ser mãe no sentido literal da palavra com todas as responsabilidades que cabe a ela, se tornou algo degradante e ultrapassado perante a sociedade. O inimigo, o príncipe deste século, Satanás conseguiu deturpar a visão e o sentido real da maternidade. Ao passar dos tempos, ele tem oferecido a "maçã do sistema" à mulher, e ela tem aceitado. Com isso, a mulher se tornou competitiva, ativista, provedora e cabeça no lar, coisas que originalmente Deus destinou ao homem.

A mulher foi introduzida no mercado de trabalho, e em todas as esferas da sociedade. Tudo isso de tal modo que quando chega o momento de ser mãe, ela já está tão comprometida com todo o sistema que prefere abrir mão da sua função de criadora para continuar fazendo aquilo que originalmente Deus não pediu a ela.
Filhos são deixados em segundo plano, em troca de todo o tipo de interesse pessoal, e tratados como um detalhe à mais, um fardo entre tantos.

Infelizmente também em nosso meio cristão, o inimigo tem tentado corromper a maternidade, e muitas vezes perde-se o foco, até mesmo por uma causa nobre: a causa do Senhor. As mulheres acabam abrindo mão de gerar ou cuidar pessoalmente de seus filhos por estar muito envolvida na obra, e achar que se está servindo na casa do Senhor, isto é justificável.

O reflexo desse relacionamento geral entre mães e filhos nos dias de hoje, demonstra exatamente a triste realidade de nossa sociedade, que há tempos está colhendo frutos de um lar totalmente desestruturado. Os pais já não oferecem um tempo de qualidade para os seus filhos, assim os filhos crescem e se tornam pais à imagem dos seus próprios pais. Este hábito familiar suicida tem gerado durante séculos uma cadeia que tem aprisionado gerações.

Os filhos tem carregado um sentimento de orfandade, e como defesa própria criam uma postura de independência, que mais cedo ou mais tarde acaba sendo refletida no relacionamento com Deus. 

Essa é a estratégia do inimigo, acabar com o relacionamento entre pais e filhos, ao ponto de tornar inimaginável a ideia de um Deus-Pai de amor.

Deus nos oferece um modelo de relacionamento com Ele muito diferente do padrão dos pais e mães de hoje, Ele deseja estar perto, Ele deseja nos dar segurança, deseja cuidar, suprir a carência, deseja parar para nós, deseja nos ouvir, fazer-nos sentir amados! E é esse padrão que Deus deseja restaurar em pais e mães, para que amem e cuidem de seus filhos assim como Ele o faz. Deus está procurando mulheres que querem parar para ser mães!

Mas como parar diante de uma sociedade capitalista, diante de saldos negativos, de contas para pagar?
Deus é o provedor supremo do universo e de cada vida, nunca foi o plano de Deus colocar a mulher numa postura de deixar seus filhos para buscar o sustento do lar.
Deus é o mesmo e seus valores não mudaram com a modernidade, a família continua no coração de Deus, o homem continua sendo o cabeça, o provedor oficial, e a mulher continua sendo a auxiliadora, a genitora, a rainha do lar.
Uma nova vida só pode ser gerada se primeiro for gerada nos sonhos de Deus, tanto é que vemos muitas mulheres saudáveis tentando há anos uma gravidez sem conseguir, quando outras que nem ao menos esperavam são surpreendidas com uma gestação. São os planos de Deus, mistérios para nós! Mas o fato é que isso mostra que cada filho é um projeto de Deus e não nosso, antes de ser gerado em nosso ventre é gerado em Deus, é prioridade e promessa dEle prover o necessário para essa nova vida.

Deus necessita somente de alguém que seja seu representante natural para esse filho aqui no mundo, alguém que transmita Seu amor, Seus ensinamentos, Suas características sobrenaturais, para que um dia em maturidade seja óbvio para esse filho adotar a paternidade de Deus em sua vida.

Quanto a provisão financeira, é uma questão de fé deixar que Deus sustente seu ministério materno, Ele não nos dá uma visão, ou uma missão sem dar a provisão para isto.

"A cada criança que nasce, nasce também uma mãe", já diz o ditado, mas também "a cada mãe que nasce, nasce também um ministério, uma função, uma missão".
O que é na realidade ministério, função, missão? Todas estas palavras significam trabalho! O trabalho que Deus te deu e onde Ele quer te usar. Podemos dizer por exemplo que você não precisa trabalhar em uma denominação cristã para considerar que exerce um ministério. Seu ministério(trabalho para Deus) pode ser cumprido todos os dias na sua empresa, em sua escola, onde você estiver, e não somente na igreja. Basta apenas fazer aquilo que Deus lhe pediu, usar o dom que Ele lhe deu, cumprir aquilo que no seu íntimo, você sabe que Deus quer que você faça.
E uma coisa que Deus espera que nós mulheres façamos, quando somos presenteadas por Ele com a gravidez, é que assumamos o ministério materno! Ministério materno é trabalhar para Deus sendo mãe, criando e ensinando os filhos para que se tornem crentes firmes no reino de Deus.


A partir do momento em que há uma nova vida no ventre, passa a ser uma obrigação, uma responsabilidade pessoal da mãe, criar e cuidar dessa criança.
Não é responsabilidade de creches, escolinhas e avós. Ao contrario do pensamento moderno, essa sempre foi e continua sendo uma responsabilidade dos pais!
Deus está procurando mulheres que querem assumir esse Ministério!

Toda a geração de crentes que antecede a volta de Cristo, faz o trabalho de João Batista, prepara o caminho para a volta de Jesus, para o estabelecimento do Reino de Deus. João Batista teve uma boa criação e pais presentes lhe ensinando desde cedo o caminho do Senhor e a sua Palavra. Não é a vontade de Deus que nossos filhos sejam "filhos órfãos de pais vivos", crianças que se criam sozinhas, separados de seus pais e mães. Pelo contrário, Deus deseja que nossos filhos e netos, transmitam um nível de profunda intimidade e alegria no Pai celeste, que será fruto do relacionamento conosco, seus pais naturais. Viverão nos seus lares o amor de Deus, e falarão desse amor em todo o mundo.
Afim de que os filhos do povo de Deus sejam preparados em sabedoria e zelo, Deus está olhando sobre a Terra a procurar: quem será mãe desses  João e Joanas Batista?


Gerar filhos, é a oferta mais preciosa e linda que podemos dar a Deus em toda a nossa vida. Ser mãe não é um detalhe entre tantos outros na vida, a maternidade é um evento exclusivo e único que não pode ser comparado em valor e importância com qualquer outra ocupação, ou projeto.

O valor da maternidade está sendo restaurado. A mulher voltará a se sentir valorizada, útil e especial quando escolhida por Deus para gerar uma vida.
A mulher terá alegria e paz no Senhor em dedicar um tempo exclusivo de sua vida para gestar, criar e ensinar os caminhos de Deus aos seus filhos. Ela verá mais honra na maternidade do que na possibilidade de ganhar o “seu dinheiro”, ou de alcançar alguma posição de destaque na sociedade ou mesmo na igreja. Ela se sentirá completa e plena em exercer o seu papel, em entender e atender as prioridades de sua vida. 
Sempre será entusiasmante ver a mulher alcançar espaço na sociedade, mas sem que para isso tenha que abandonar suas prioridades.

Passar um tempo sendo "apenas mãe", não será mais uma simples opção em nossa consciência, será algo fundamental para a preparação da geração que antecede a volta de Cristo.


Escrevo com base naquilo que particularmente tenho vivido, e também testemunhado na vida de muitas outras mulheres de fé, que tem desfrutado o privilégio de ser "Mães no Reino". 
Estamos contribuindo no Reino com a parte que logicamente cabe a nós nesta fase de nossas vidas, sendo mães e vivendo a maternidade como um ministério pela graça de Deus.
O Senhor tem provido para nossos filhos e nosso lar, desde as mínimas necessidades materiais, e não tem esquecido nem mesmo os detalhes, os pequenos desejos do nosso coração.

Se você é ou será mãe, busque em primeiro lugar o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas (necessidades, sonhos pessoais) vos serão acrescentadas.” Mt 6.33
É tempo de fazer valer essa vocação diante de Deus, é tempo de assumir esse ministério.
De todas as grandes realizações que podemos conquistar na vida, Deus especialmente espera que cultivemos com zelo o fruto de nosso ventre, pois veio dEle, e é para Ele!

Deus nos abençoe e “não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.” Rm12.2


Eu sou Magridt Gollnick da Luz e esse é o Blog Mães no Reino.
A reprodução deste conteúdo é permitida, desde que sejam mencionados os devidos créditos a autoria e fonte.

4 comentários:

  1. Oi minha querida amiga, que saudades de vc, daki uns dias nossos pimpolhinhos vão fazer 2 aninhos... vc está grávida? q coincidência, ainda naum fiz exame, mas to sentindo umas coisinhas estranhas rsrsrs, ja pensou??? hahaha denovo gravidinhas juntas?

    a Comunidade está cada dia mais cheia, sempre lembro de vc qdo entro lah

    bjs minha Flor

    Geisi

    ResponderExcluir
  2. SHALLON!!!! POIS É DEUS ME PEDIU O MEU TRABALHO HÁ 2 ANOS PARA CUIDAR DO MEU LAR DA MINHA FILHA ESPECÍFICAMENTE, TEM SIDO UMA EXPERIÊNCIA E TANTO, TENHO MUITO QUE APRENDER AINDA JUNTAS APRENDEREMOS E VENCEREMOS.

    ResponderExcluir
  3. Ola amei o texto, nao so o texto mais tudo que é falado, retratado aqui sao palavras que surgiram do coração de Deus, o plano original para nós mulheres e mães..moro em Itabuna,Bahia gostaria de aprender mais sobre esse chamado tão desafiador..faço parte do ministerio centro de adoraçao e estou gravida de 5 meses! Muito feliz com a chegada do meu filho primogênito rs e venho pedindo ao Espirito Santo para me ajudar me auxiliar na criação do meu filho Israel pasack , entrem em contato comigo meu email é julianapovoas@hotmail.com quero ouvir o rugido do leão e ser mãe no reino. Obrigado aguardo vcs o Senhor continue abençoando vcs

    ResponderExcluir
  4. Parabéns pelo Blog! Que Deus continue usando sua vida através deste lindo blog para alcançar outras vidas. Fique na Paz! Se quiser visitar meu blog será uma honra.
    leiaroncaglio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Blog Widget by LinkWithin